Menu
CRESS - DF > DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA | Assistentes Sociais no combate ao racismo
DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA | Assistentes Sociais no combate ao racismo

 

 

20 de novembro de 2022

 

Disputas históricas e o compromisso do Serviço Social no enfrentamento ao Racismo

 

 

Diante da atual conjuntura política em que se disputa o cenário dos direitos humanos a partir de um avanço neoliberal e conservador, se denota a necessidade de repensar agendas críticas de atuação no campo do Serviço Social. Segundo Iamamoto (2012) a necessidade de adequar a profissão através das necessidades de seu tempo, considerando a contemporaneidade, a fim de mobilizar transformações sociais que impactem no projeto societário de forma crítica e analítica. 

 

 

Os processos históricos brasileiros devem considerar os indicadores sociais da atualidade e as construções sociais que impactam seus resultados, e isso incide em colocar o racismo no centro das discussões de avanço e garantia dos direitos humanos no Brasil. Sendo a população negra o maior índice populacional brasileiro, informações do IBGE de 2018 apontam que a população negra compõe cerca de 64,2% da população desocupada e aproximadamente 66,1% dos trabalhadores subutilizados. tendo em mente que a população negra representa 54,9% da força de trabalho no Brasil e que  é a maioria da população brasileira aproximadamente 55,8%. Em torno de 47,3% da população negra trabalham na informalidade, enquanto o índice de trabalhadores brancos é de 34,6 %. Em termos de rendimentos 45,3% dos trabalhadores negros ocupam os postos de menor remuneração. 

 

 

A disparidade racial porquanto, se mantém como um fenômeno social arraigado no cenário brasileiro, sustentando por tecnologias coloniais que se inscrevem na colonialidade e subsidiam relações sociais com base no poder de hierarquia de raças que determina historicamente a população negra como um grupo social aniquilado, tratado de forma desumana e subalterna. Sueli Carneiro (2011) aborda os direitos humanos através de uma análise racializada que reflete no fato de o negro ainda sequer possuir reconhecimento de sua humanidade. 

 

 

O Código de Ética e o Projeto Ético Político do Serviço Social são instrumentos legais que possibilitam não apenas a autonomia relativa da profissão, mas também bases de disputa no campo das respostas sociais e raciais. São fundamentais para fortalecer a atuação também as manifestações coletivas da categoria, a articulação com outras categorias profissionais e entidades coletivas, bem como, o espaço de construção teórico e metodológico no ensino universitário, no qual se mantém as disputas para conceber a dialética marxista. Dentre os marcos históricos para a inserção do racismo enquanto uma função profissional se encontra o CE – que institui temáticas centrais para a elaboração da categoria, dentre elas o enfrentamento do racismo. 

 

 

É importante enquanto profissionais da política de assistência social trazer a centralidade das questões de gênero e raça para nosso cotidiano e atuação profissional, considerando que a maior parte do público que atendemos são mulheres e negras. Entender essas sobreposições de opressões e fundamental para o Assistente Social. Assim devemos ser profissionais essencialmente engajados na luta antirracista, denunciando e não minimizando qualquer ato racista.



GT RAÇA E ETNIA – CRESS/DF

 

Gestão 2020-2023 – Ainda há tempo: vamos resistir e transformar!

 

 

Confira o último post especial do GT

 

GT Raça e Etnia – Um espaço de luta e resistência das(os) assistentes sociais

 

 

SRTVN, quadra 702, Conjunto P, Edifício Rádio Center - Salas 3139/3140, SRTVN bloco B Asa Norte, DF, 70719-900

Horário de funcionamento: 13h-19h

Telefone: (61) 3328-5509

E-mail: cress8@cressdf.org.br

Acesso à informação
1. Registro profissional, Documento de Identidade Profissional (DIPs), cancelamento, reinscrição e transferência:
➡️ WhatsApp: (61) 99624-2170
2. Anuidade, boletos e pagamentos:
➡️ WhatsApp: (61) 99965-6486
3. Questões administrativas, incidências políticas, comissões, Documento de Identidade Profissional (DIPs) e participações:
➡️ WhatsApp:(61) 99857-7649
CRESS - DF - Facebook CRESS - DF - Instagram CRESS - DF - Whatsapp